Descrição

O autor com propriedade e conhecimento histórico e doutrinário apresenta as bases de uma evangelização teocêntrica, baseada na Bíblia (como também nos pressupostos reformados) e vivenciada de forma prática pelos puritanos, mas ainda extremamente atual para nós hoje. Dr. Beeke diz que a idéia tão comum de que o calvinismo não está voltado para a evangelização e expansão do reino de Deus, é totalmente falsa. A doutrina da eleição leva à evangelização. Deus, soberanamente, liga a eleição aos meios de graça. Sendo assim, a eleição não é um estímulo à passividade, mas para a atividade. A mensagem evangelística puritana era profundamente bíblica, doutrinária, experimental e prática. Segundo Beeke, ela tem que ser como os puritanos a praticavam; era: exegética, doutrinária e aplicativa. Pregavam todo o conselho de Deus, sem rodeios e medo de afugentar os ouvintes. Nunca pregavam sermões cheios de humor; pelo contrário, chamavam com seriedade as pessoas ao arrependimento e à reconciliação com Deus. A Igreja do Brasil precisa de tal evangelização. Que Deus nos desperte para estas verdades!

Informação adicional

Título

A Tocha dos Puritanos | Joel R. Beeke

Peso 0.084 kg
Dimensões 18 × 14 × 1 cm
Autor Joel Beeke
Editora PES
Páginas

80

Ano

1996

A Tocha Dos Puritanos | Joel R. Beeke
R$14,90 R$11,92
Esgotado
A Tocha Dos Puritanos | Joel R. Beeke R$11,92

Descrição

O autor com propriedade e conhecimento histórico e doutrinário apresenta as bases de uma evangelização teocêntrica, baseada na Bíblia (como também nos pressupostos reformados) e vivenciada de forma prática pelos puritanos, mas ainda extremamente atual para nós hoje. Dr. Beeke diz que a idéia tão comum de que o calvinismo não está voltado para a evangelização e expansão do reino de Deus, é totalmente falsa. A doutrina da eleição leva à evangelização. Deus, soberanamente, liga a eleição aos meios de graça. Sendo assim, a eleição não é um estímulo à passividade, mas para a atividade. A mensagem evangelística puritana era profundamente bíblica, doutrinária, experimental e prática. Segundo Beeke, ela tem que ser como os puritanos a praticavam; era: exegética, doutrinária e aplicativa. Pregavam todo o conselho de Deus, sem rodeios e medo de afugentar os ouvintes. Nunca pregavam sermões cheios de humor; pelo contrário, chamavam com seriedade as pessoas ao arrependimento e à reconciliação com Deus. A Igreja do Brasil precisa de tal evangelização. Que Deus nos desperte para estas verdades!

Informação adicional

Título

A Tocha dos Puritanos | Joel R. Beeke

Peso 0.084 kg
Dimensões 18 × 14 × 1 cm
Autor Joel Beeke
Editora PES
Páginas

80

Ano

1996